quarta-feira, 20 de março de 2013

Quando comecei a trabalhar aqui, trabalhei dez meses seguidos porque não sentia necessidade de férias. Não sei bem se eu estou menos resistente, se é do trabalho que duplicou ou das responsabilidades que me pesam mais, não sei se é de gerir os egos da equipa, se da necessidade de dormir mais mas ter de me levantar à mesma hora, não faço ideia do que seja, só sei que mal posso esperar pela primeira semana de Abril para ir para o Porto ser muito feliz. O meu rendimento já se ressente e se há coisa que me irrita é não estar a dar o meu melhor sempre. Enfim, ser humana tem destas coisas. Hoje estou cansada, não sei se se notaram, e ainda nem 10h00 são!

7 comentários:

A Chata disse...

Está quase. Ide, aproveita. E leva o Caetano contigo :)

Maria do Mar disse...

Estou solidária contigo. Nos últimos dias, o deitar mais tarde mas levantar à mesma hora tem-me deixado perdida. Mas a primeira semana de Abril está quase aí para ti, aproveita para descansar!

E boas visitas cá pelo Porto, não sabia que ia ter a arisca aí a fanicar pelas ruas da minha cidade.

PS: Não é a primeira vez que falas de uma vinda aqui ao Porto, é natural que até já o tenhas justificado, mas agora vacilei. Tenho essa impressão mas não sei se estou certa ou se é delírio, és de cá não és?

Arisca disse...

Chata, está quase mas nem sei se chego lá viva! Esta semana e a próxima tenho de dixar trabalho preparado a contar com a minha ausência e, acredita, é caso para quase quinar!

Maria do Mar, nascida e criada. :) Estou em Lisboa há menos de dois anos!

Dani disse...

Tá quase!

Arisca disse...

Dani, podiam já estar aí!

Maria do Mar disse...

E por curiosidade, moveste-te pela força do trabalho?

Eu por acaso, há 3 anos quando entrei para a universidade ponderei Lisboa. Cheguei mesmo a fazer candidatura mas à última da hora voltei a fazer contas de cabeça e deixei-me por cá. Gostas de fazer vida por aí? :)

Arisca disse...

Maria, sim, vim pelo trabalho. É o emprego perfeito para mim, concorri sem pensar mais do que na minha realização profissional, consegui, mudei-me em dias sem pensar muito no que ficava para trás porque a verdade é que estará sempre aí e posso cuidar daqui. Não é a mesma coisa, custa muito no início se fores de raízes fortes como eu, mas não me arrependo. Viver em Lisboa é mais caro, muito mais, e é muito diferente da vida aí. Custei a adaptar-me, vivo sempre um bocadinho incompleta, mas aprendi a conviver com isso e sou muito feliz agora. Dependendo do emprego, do salário, da tua natureza, acho que podes ser muito feliz aqui :) e, infelizmente, sinto que há mais oportunidade cá do que aí, no Porto que eu adoro. Se quiseres falar mais disto, manda mail ;)

Web Analytics