domingo, 28 de abril de 2013

Acho sempre espectacular aquela sensação de pele hidratada depois do banho.

Mas isso pressupõe que se espalhe hidratante de forma generosa no corpinho todo, tipo, com as mãos e mexendo os braços, implicando actividade motora e é tudo uma canseira. Entretanto (e reparem na mudança subtil de assunto), o meu Caetano quer francesinhas para jantar e eu lá vou ter de fazer o enorme sacrifício de as fazer. Um horror o que este homem me pede. Temo o dia em que ele me vai pedir um arrozinho de pato ou um bacalhau com natas. Certa vez pediu-me arroz de marisco e a nossa relação vacilou mal a palavra marisco lhe caiu dos lábios, ficou tremida, a desgraçada, estava a ver que não sobrevivia. É que até posso fazer um arrozinho de galocha, agora de marisco é que não! Blhéc.

6 comentários:

S.J disse...

Realmente, francesinhas, que coisa tão má de se pedir. Má de delicioso ;)

Snail disse...

Oh meu deus! Também odeias bivalves?

Dani disse...

Eu e os cremes não temos uma má relação, simplesmente temos uma relação platonica. Eu compro e olho para eles todos os dias, mas não lhes toco. A esteticista diz que as minhas pernas só vêm creme quando vou a depilacao. É quase isso. Mas pronto o banho é diário e o gel de banho diz que hidrata, mas tenho para mim que ele anda a mentir.

Arisca disse...

SJ, é um homem de sustento :p

Snail, Bhléc responde à tua pergunta? :)

Dani, eu ando a ver se me disciplino que já não vou para nova :p

Snail disse...

Amen, alma gémea! :)

Arisca disse...

Snail, somos as únicas, espero que saibas que estamos sozinhas nisto.

Web Analytics