quarta-feira, 6 de março de 2013

Como curar arrufos em menos de nada

O gajo fazer-vos sentir um orgulho imenso dele. Foda-se, que golpe tão baixo Caetano! Se me chegassem com uma agulha ao pêlo, rebentavam-me o papo que trago aqui cheiinho. E é bom, é muito bom ver uma ideia nascer. A pardalona figurada que a pariu há-de estar toda escangalhada já que a "cria" é grande. Que se foda a dor de cabeça que me deste, a baba e o ranho que chorei e o estúpido que consegues ser quando plutão entra na casa X do teu mapa astral, isto é que é importante. Parabéns, texuguinhozinho-inho-nhónhó-pim-pam-pum-coisa-mai-fofa!

8 comentários:

A Chata disse...

Não te conhecia tão melosa :p

Naja Capelo disse...

Hum... se for uma pastelaria tu avisa! :P

Boa sorte!

princesadepantufas disse...

Ui... vá, partilhas o arrufo atão agora partilha também o resto :-D quero pormenores sórdidos!

pastora disse...

eu a pensar que era sexo...
mas também pode ser.

Ponto disse...

E contra factos não há argumentos ^^

Arisca disse...

Chata, nem sou muito. Isto do blogue é um excelente escape :p

Naja, ainda bem que não é ou chegava aos 100kg enquanto o diabo esfrega um olho!

princesadepantufas, pah até me apetecia mostrar tudo aqui mas é tão especial que vou guardar para nós! :p

Pastora, és uma bardajona carai! :D

Ponto, é preciso dar mais importância ao que realmente importa :)

Vera, a Loira disse...

Isto não se faz a uma gaja curiosa, e agora, fico assim, sem saber nada?

Caetano, conta-nos tudo que a Arisca está armada em boa.

Arisca disse...

Vera, vocês querem saber mais que o papa! :p

Web Analytics